Ribeira da Cabrela

Ao encontro de um tesouro desconhecido
2017-04-01 (Sábado)



Que belo dia! 

 

Vejam o álbum de José M. Pombo Duarte em https://goo.gl/photos/fvf3Q8yd3u9GJJRv8 

 

 

Sintra alberga no seu território diversos motivos de interesse, para além dos seus monumentos.

Um deles é o vale da Ribeira da Cabrela, que está profundamente encaixado entre o planalto de Terrugem - Odrinhas e de Montelavar. No centro corre a ribeira que tem o seu nome.

Este curso de água nasce no Algueirão a uma altitude de 280m sob o nome de Ribeira dos Ferreiros. Junto à Base Aérea nº1 toma o nome de Ribeira da Granja e, um pouco mais à frente, o de Ribeira de Fervença para, uns 3km depois, se denominar finalmente Ribeira da Cabrela.

Iniciaremos a nossa atividade partindo da povoação com o sugestivo nome de Carne Assada, e daí desceremos até à Ribeira da Cabrela.

As margens da ribeira estão cobertas com choupos, carvalhos e outras árvores que lhe dão um enquadramento magnífico com o terreno plano, e que nos permitirá passear tranquilamente escutando o marulhar das águas. Vamos acompanhar a Ribeira da Cabrela durante algum tempo e, ao longo do percurso, vislumbraremos vestígios de ocupação humana bem como uma bonita ponte medieval que hoje em dia se encontra intransitável.

A Ribeira da Cabrela desagua na Ribeira de Cheleiros e, já perto da foz, começaremos a subir para a ‘aldeia fantasma’ de Broas, que está situada a meia encosta e está abandonada desde o final da década de 60 do século passado. Ao entrar na aldeia podemos observar

os indícios de vida humana ainda presentes, e imaginar os habitantes locais, que durante séculos ali nasceram, viveram e morreram, quais fantasmas sentados nos bancos de pedra em redor da árvore central centenária.

Após o ‘almoço com fantasmas em Broas’, partiremos em direcção a Almorquime,  continuando a subir, vamos encontrar os moinhos de Almorquim, de onde se tem uma vista privilegiada sobre o Convento de Mafra.

Rumaremos depois para o Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas, onde se poderão visitar as ruínas romanas e terminar assim a nossa caminhada.

A encerrar a tarde… um último trajecto até ao ‘Rui dos Pregos’, para mordiscar uma ‘sandocha’ e bebericar uma ‘bojeca’, e assim compensar a ‘canseira’ do dia que passou.

 

Características do percurso: Tem cerca de 12km de extensão, por estradão e trilhos sem dificuldades técnicas de locomoção. Possibilidade de neutralização em Almorquim.

 

Cartografia: Folha 402 da Carta Militar de Portugal na escala 1/25000.

 

Partida: Às 08h30 de Entrecampos.

 

Participação em viatura própria: Concentração no Largo do Chafariz na povoação de Carne Assada. Apanhar a EN 247 que passa por Terrugem e cerca de 1,4km após a saída dessa povoação (na direção de Odrinhas), virar à direita para Carne Assada seguindo a placa indicativa.

 

Recomendações: Trazer farnel, usar vestuário e calçado apropriados às condições climatéricas do momento. Uso de bastões opcional.

 

É necessária a inscrição prévia no Clube.

 

O preço inclui o transporte, o seguro, a informação e o mapa.


Preços:
autocarro 21,00€ menores 21 anos 9,00€
Preços:
viatura própria 12,00€ menores 21 anos 8,00€