Caminhos do Oriente - em busca da nascente do Alviela

1ª etapa - Campo das Cebolas - Sacavém
2019-03-16 (Sábado)


Novo Projecto!

Projeto que visa explorar os vários caminhos da parte oriental de Lisboa e margem direita do Tejo, com especial destaque para o canal do Alviela, que nos servirá de fio condutor.

 

A partida é no reabilitado Campo das Cebolas, local de entrada de produtos que chegavam a Lisboa por via fluvial.

Atravessado o antigo recinto amuralhado da cidade, seguir-se-á pelo caminho oriental anterior ao século XVI, um pouco afastado das margens do Tejo para evitar os ataques dos piratas, mas a cotas ideais para belas vistas sobre o mar da Palha e a outra banda.

Nos Barbadinhos começa o canal do Alviela, concluído em 1880, que trazia a água dos Olhos de Água para Lisboa.

A partir daí seguiremos para montante alternando entre o traçado do antigo caminho oriental e o traçado do aqueduto, com os seus característicos sifões, vencendo alguns vales mais ou menos encaixados. Faremos alguns pequenos desvios para ver mamarrachos do século XX, um antigo forte, o local de uma antiga porta fiscal, antigas fábricas, antigas quintas emuita arte urbana.

Chegados a Moscavide, o início do IC2 obriga-nos a seguir outro aqueduto, o do vale do Tejo, inaugurado em 1940, até

voltarmos a encontrar o aqueduto do Alviela à entrada de Sacavém e descermos até à ponte-sifão do rio Trancão.

Acompanhando a margem direita do agora despoluído Trancão (obrigado Frielas),concluímos a caminhada na estação de comboios de Sacavém.

 

Características do percurso:  Percurso semiurbano com um total de 19km e desníveis acumulados de 483m, mas com várias possibilidades de neutralização, nomeadamente aos 10,km, no Braço de Prata (CP), aos 14km, no Oriente (CP, Metro) ou aos 15,5km Moscavide (Metro).

 

Recomendações:  Usar bom calçado de marcha, devido aos desníveis e à natureza de alguns trilhos. A meio do percurso haverá tempo livre para almoço. Trazer farnel e água é recomendado, pois há poucas possibilidades de abastecimento no troço médio do percurso.

 

Cartografia:  Folhas 431 e 417 da Carta Militar de Portugal, na escala 1/25000 do IGE.

 

Ponto de encontro:  Espaço ajardinado do Campo das Cebolas, junto à escadaria antiga de pedra, às 9h15.

 

Atividade de inscrição no local (6,00€ inclui seguro; 5,00€ para quem possua seguro da FPME).