Sevilha

O segredo mais bem guardado do concelho de Tábua
2019-04-06 (Sábado)

Quem foi, sabe que o tempo não se espera em casa!

E houve quem não fosse por causa do "mau tempo"...

As fotos do António Matos em http://clubearlivre.org/v/actividades/2019/abr/sevi/am/ e da Teresa Santos em http://clubearlivre.org/v/actividades/2019/abr/sevi/ts/ falam por si! 

 

 

 





Inscreve-te até dia 29 de março.

Temos de confirmar o número de participantes no lanche (depois desta data pode ser que já não haja lugar).

Uma típica aldeia serrana!

Esta típica aldeia serrana está situada entre as Serras da Estrela e do Caramulo e é atravessada pelo rio Cavalos, afluente do Mondego.

A 2km de Tábua, Sevilha, com toda a sua envolvente paisagística, é um dos locais do nosso país que vale a pena descobrir e ser divulgado.

Iniciaremos o nosso percurso pedestre num belo caminho que segue entre campos de cultivo e passa por espaços com interessantes afloramentos graníticos. Vamos depois até à imponente Pedra da Sé, que constitui um ícone intemporal do concelho sendo, per si, ummagnífico miradouro para o rio Mondego e para a albufeira da barragem da Aguieira.

Após atravessarmos o que resta de uma via romana que ligava Bobadela a Santarém, descemos por um trilho até à albufeira, que iremos bordejando, e onde eventualmente poderemos avistar algumas ruínas que foram cobertas pelas águas.

Mais adiante, perto de uma das praias locais, ascenderemos a um planalto; de seguida, e sempre com bonitas paisagens, baixamos até por fim alcançarmos o rio Cavalos.

A parte do percurso que acompanha o rio Cavalos faz-se por um caminho lindíssimo e é uma constante surpresa com a descoberta das suas diversas cascatas, ruínas dos antigos moinhos de água e recantos bucólicos.

Regressamos a Sevilha para nos surpreender, mais uma vez, com o Ponto de Água, a pérola da aldeia. Para terminarmos em beleza vamos ter um lanche bem reforçado naAssociação Recreativa e Cultural de Sevilha, composto por caldo verde, bifanas e frango assado, arroz de feijão, pão, vinho, sumos, água e café.

Completamente retemperados regressaremos a Lisboa, onde prevemos chegar pelas 21h00.

Características do percurso: Circular, com cerca de 14km de extensão, maioritariamente por trilhos e estradões e com necessidade de vencer alguns desníveis mais acentuados. A única hipótese de neutralização é a cerca de 5km do início do percurso, junto da ponte sobre o Rio Mondego.

Cartografia: Folha 221 da Carta Militar de Portugal na escala 1/25000.

Recomendações: Levar água, farnel e roupa adequada à época do ano. Aconselha-se o uso de botas de montanha e, eventualmente, de bastões.

Partida: Às 07h00 de Entrecampos em autocarro. Chegada prevista para as 21h00.

Participação em viatura própria: Encontro às 10h30 no parque de estacionamento, em frente da

Associação Recreativa e Cultural de Sevilha.

(Para Tábua, um dos caminhos possíveis é seguir na A1 e apanhar a saída 13 para o IP3, em direção a Viseu. No Vimeiro apanhar a saída para a A35 e na saída 1 ir para a N 234-6, continuar para a N 337 e seguir as indicações de Tábua. Sevilha fica a 2km de Tábua ou, mais precisamente, a 1km do estádio de Tábua.)

O preço inclui o reconhecimento, a informação e o mapa da actividade bem como o transporte de autocarro, o seguro e o lanche ‘reforçado’.

Atenção: Devido à marcação do lanche (é necessário informar antecipadamente o número de pessoas), pedimos que a inscrição na actividade seja feita o mais depressa possível.

 

 

As fotos do reconhecimento podem ser vistas em https://photos.google.com/share/AF1QipOiFNzVLPaHmR_dN3NmjIlWVmKU36AN0y0X5RdIutzj8nTjCozCY752U0BbSu5MZQ?key=VkxFZldIWUxoNXdGUDd0UW1HV0M0Z0h1MU5yM0J3 


Preços:
Autocarro 49,00€ Jovens 19,00€
Preços:
Viatura própria 29,00€ Jovens 11,00€