Pedestrianismo

SEIXAL . EM TORNO DOS MOINHOS DE MARÉ.

1996-09-15 (Domingo)

(Percurso pedestre e passeio de barco tradicional)
15 de Setembro de 1996 (domingo)

Para o reinício da temporada o C.A.A.L. convida os seus sócios a participarem numa actividade mista de passeio a pé e de barco tradicional, numa área periférica de Lisboa, mas que nos surpreenderá pela sua beleza.

Esta actividade proporcionará a oportunidade de visitar e observar:
- Moinhos de maré desactivados, excepto o de Corroios;
- Ruínas de uma olaria romana;
- Antigas instalações de seca do bacalhau.
Características da actividade

SETÚBAL NOCTURNA

1996-07-20 (Sábado)

Depois do êxito de outras actividades nocturnas realizadas em anos anteriores, propomos visitar Setúbal num belo sábado de verão.
Descrição da actividade

DO LITORAL DE PORTO NOVO À CONSOLAÇÃO

1996-07-13 (Sábado)

O percurso tem início nas arribas junto à Praia de Porto Novo e termina na Praia da Consolação, conhecida pelas curas milagrosas que proporciona no que respeita a reumatismo e doenças dos ossos.
A actividade desenvolve-se ao longo das arribas da linha de costa passando por praias bonitas, iodadas e desertas como sa de Ribamar, Porto Dinheiro, Porto das Barcas, Peralta, Paimogo e S. Bernardino.
A vista proporcionada do alto das arribas é deslumbrante.

COSTA VICENTINA - VILA DO BISPO A SAGRES

1996-07-06 - 1996-07-07 (Sábado - Domingo)

Em 1991 o C.A.A.L. iniciou um projecto de divulgação junto dos seus sócios da Área de Paisagem Protegida do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina. Nesse ano 150 sócios calcorrearam os areais de Sines a Porto Covo.
Este ano o 6º troço será a descoberta do litoral do concelho de Vila do Bispo com términus no mítico promontório de Sagres.
Acompanhe-nos na descoberta do litoral mais esplêndido da Europa e venha connosco conhecer:
- A geologia com as espectaculares arribas, as imensas praias, os xistos e os calcáreos;

2ª Marcha C. C. C.

1996-06-30 (Domingo)

De Ferreira do Zêzere a Dornes - Por Terras de templários...
30 de Junho de 1996 (domingo)

De novo convosco as marchas C.C.C..
Desta vez no Ribatejo.

Características do percurso

ARRÁBIDA A NOSSOS PÉS

1996-06-15 (Sábado)

DIA 15 de Junho de 1996 (SÁBADO)
ACTIVIDADE EXTRA-CALENDÁRIO

Depois de outras actividades já realizadas na Serra da Arrábida e em seu redor, está na altura de se lá voltar.
Desta vez propõe-se um belo passeio a começar no Castelo de Sesimbra e a terminar na praia do Portinho. Sempre ao longo da crista da falésia, pela Serra do Risco - em pleno Parque Natural da Serra da Arrábida - temos de um lado o azul do mar e do outro o verde/castanho dos campos.
Descrição da actividade

A VILA DE SOURE - BERÇO DO MANUELINO

1996-06-06 (Quinta-feira)

BACIA DO BAIXO MONDEGO I - O RIO ARUNCA
ACTIVIDADE EXTRA-CALENDÁRIO
6 de Junho de 1996 (5ª feira) - feriado nacional

O C.A.A.L. associa-se às comemorações nacionais do V centenário da subida ao trono do rei D. Manuel I que decorrem na vila de Soure, tendo como ponto alto a notável exposição de arte renascentista organizada pelo CNCDP e pela autarquia local.
Complementando a vertente cultural propomos um percurso pedestre muito fácil à descoberta do rio Arunca, afluente do Baixo Mondego. A actividade permitirá conhecer:

QUANDO O CAMINHEIRO VIRA MARINHEIRO

1996-06-01 (Sábado)

1 e 22 de Junho - sábado
(Reserva Natural da Berlenga - 1 bota)

Dando continuidade ao programa de visita a Parques e Reservas Naturais concretizado em anos anteriores, e em conformidade com a apresentação feita na sede do Clube no passado dia 23 de Março, vamos este ano à ILHA DA BERLENGA, nos dias 1 de Junho (1º grupo) e 22 de Junho (2º grupo).
Seguiremos em autocarro até Peniche, onde apanharemos, às 10h00, a carreira regular de barco até à ilha, da qual regressaremos no final da tarde.

PARQUE NATURAL DA SERRA DA ESTRELA

1996-05-25 (Sábado)

25 e 26 de Maio
Por outros trilhos da Estrela...

Maio, mês das flores...
Depois do degelo deste último Inverno, assaz rigoroso, eis que a serra ressurge coberta pelo seu manto polícromo de flores e cervunais reverdejantes, tão peculiares nesta zona e que lhe emprestam uma beleza única.
Vamos deliciar-nos durante estes dois dias não só com o colorido e os aromas da sua tão rica e variada flora, como também com o espraiar da vista pelos horizontes sem fim que se vislumbram das suas altas vertentes que teremos ocasião de calcorrear.


PARQUE FLORESTAL DE MONSANTO

1996-05-11 - 1996-05-19
1996-05-11 (Sábado)
1996-05-19 (Domingo)

11 e 19 de Maio - sábado
(Com visita ao Parque Ecológico)