SINTRA, DE COMBÓIO

Sem autocarro, automóveis, stress – A pé pela paisagem romântica de Sintra
2018-09-29 (Sábado)

 




O CAAL regressa à Paisagem Cultural de Sintra,

classificada no Património da Humanidade pela UNESCO, onde cada vez é mais difícil circular em viaturas motorizadas em consequência da ‘avalanche’ turística que aqui também chegou e com a paisagem urbana e florestal em mutação, em resposta à procura dos visitantes e na sequência dos trabalhos de reabilitação, premiados internacionalmente, da Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A.

Percurso circular a partir da estação de comboios de Sintra, com visita quase completa aos três núcleos históricos da Vila (São Martinho, São Pedro e Santa Maria) e ao Parque da Pena e Tapadas Anexas, por ruas, vielas, caminhos, veredas, miradouros e pontos de vista quase desconhecidos.

 

Roteiro:  Miradouro da Correnteza, Rio do Porto, Arraçário, Vale dos Pisões, Caminho dos Castanheiros, Vila Velha (Chão de Oliva, Judiaria, Rua das Padarias, Piriquita II, Fonte da Pipa, Largo do Vítor), Vila Sassetti, Penedo da Amizade, Tapada dos Bichos, Vale dos Lagos, Fonte dos Passarinhos, Jardim das Camélias, Feteira da Rainha, Abegoaria, Jardim e Chalet da Condessa, Penedo do Chá, Lago de Cascais, Lago da Preta, Cruz Alta, Gruta do Monge, Alto de Santa Catarina, Gigante, Alto de Santo António, Picadeiro, Jardim da Rainha D. Amélia, Miradouro de Santa Eufémia, Rio da Bica, São Pedro, Miradouro da Vigia, Miradouro do Parque Municipal.

 

Características do percurso:  

Circular, com partida e chegada da estação de Sintra, cerca de 15km e 500m de desníveis acumulados, pelas ruas, caminhos e veredas da Vila de Sintra e do Parque da Pena, que permitem levar calçado leve, como ténis, mas com piso aderente.

Apesar de algumas escadarias e da subida ao Penedo da Amizade apresentar alguma dificuldade, o percurso é para ser feito calmamente, com muitas paragens para conversar e tirar fotografias e, antes de subir a Serra, se houver espaço, uma paragem na Piriquita II para provar os saborosos e calóricos travesseiros.

 

Neutralizações: Como nunca vamos estar a mais de 4 km da estação de Sintra, qualquer ponto do percurso poderá servir para regressar à Vila e à estação a pé, individualmente e pelos arruamentos principais.

Há paragens de autocarros junto aos portões do Parque da Pena. Também há WCs públicos nos portões do Parque da Pena.

 

Recomendações:  

Levar cantil com, pelo menos, 1 litro de água.

A água das fontes e bicas de Sintra e do Parque da Pena não é desinfectada e não se recomenda o seu consumo, embora o guia sempre tenha dela bebido sem nenhum desarranjo intestinal.

Levar comida ligeira para consumo no caminho. No Parque da Pena não há zona para merendas. Há cafetarias na Vila Sassetti e no Portão dos Lagos da Pena onde vamos passar na subida da Serra.

 

Cartografia:  Folha 416 da carta 1/25.000 do IGE.

 

Ponto de Encontro:  

Às 9h00 na estação da CP de Sintra.

Prevê-se o regresso à estação pelas 19h30.

Partidas do Rossio às 8h01, Lisboa Oriente às 8h08, Entrecampos às 8h17, Sete Rios às 8h20, Benfica às 8h24.

Recomenda-se a consulta do site da CP.

 

Inscrição no local do encontro:  6,00 € (inclui seguro). Quem tiver seguro da Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada (FPME) paga 5,00 €.

 

Preço de entrada no Parque da Pena:

Adultos – 7,50€;  Seniores (+ de 65 anos) – 6,50€

Jovens (dos 6 aos 17 anos) – 6,50€

A entrada no Chalet da Condessa d’ Edla custa mais 2,00€.

Bilhetes a pagar individualmente na chegada ao Portão dos Lagos do Parque da Pena.

Recomenda-se a consulta do site da Parques de Sintra www.parquesdesintra.pt