Caminhos do Oriente - em busca da nascente do Alviela

2ª Etapa Sacavém - Santa Iria de Azóia
2019-03-30 (Sábado)


2ª Etapa 

A partida é na estação de comboios de Sacavém, visitando-se o local da antiga fábrica de cerâmica de Sacavém e do forte de Sacavém (Monte Cintra), pertencente ao antigo complexo defensivo de Lisboa, antes de se atravessar o Trancão.

 

Na Bobadela, retomada alguma cota e sempre com o aqueduto do Alviela como fio condutor, visitaremos para oeste da A1 o miradouro do Trancão e para leste o miradouro da Quinta dos Remédios, com boas vistas sobre a ponte Vasco da Gama, o mar da Palha e a lezíria.

Abandonamos a Bobadela pelo Centro de Acolhimento para Refugiados e em São João da Talha passaremos pela igreja e cemitério com vistas e sairemos por um dos muitos sifões que são a imagem de marca do aqueduto do Alviela.

Em Pirescoxe faremos alguns desvios para visitar o chamado castelo de Pirescoxe e umaoliveira milenar. Com o IC2 de novo à vista, concluiremos a caminhada na estação de comboios de Santa Iria.

 

Características do percurso:  Percurso semiurbano com um total de 13,5km e desníveis acumulados de 275m.

 

Recomendações:  Usar bom calçado de marcha, devido aos desníveis e à natureza de alguns trilhos. A meio do percurso haverá tempo livre para almoço. É recomendado trazer farnel e água.

 

Cartografia:  Folha 417 da Carta Militar de Portugal, na escala 1/25000 do IGE.

 

Ponto de encontro: Largo da estação de comboios de Sacavém junto ao viaduto de acesso aos cais, às 9h30.

 

Atividade de inscrição no local (6,00€ inclui seguro; 5,00€ para quem possua seguro da FPME).