Caminhos do Oriente - em busca da nascente do Alviela

3ª etapa - Santa Iria de Azóia - Alverca
2020-02-29 (Sábado)

A partida é na estação de comboios de Santa Iria. 

Retomamos um pouco mais acima o canal do Alviela no atravessamento do IC2. Seguindo o canal e as engenhosas obras de apro veitamento de água para as hortas urbanas chega-se à Póvoa de Santa Iria e à Quinta Municipal da Piedade, com o seu palácio, capela e árvores notáveis.

 Mais adiante, a mais ou menos laboriosa passagem do encaixado vale da ribeira dos Caniços leva-nos à localidade do Forte da Casa, envolvente do forte de mesmo nome, no arranque da 2.ª Linha de Torres.

 Mais a norte, evitando a difícil passagem direta do muito encaixado vale da ribeira da Verdelha, passaremos pelos notáveis obeliscos da antiga estrada real, que assinalavam o limite do antigo termo de Lisboa, e que são a prova definitiva de que a circulação rodoviária em Portugal se fazia pela esquerda (isto até 1 de junho de 1928).

 Em Alverca ainda iremos até ao lado de lá da A1, antes de nos dirigirmos para a estação de caminhos de ferro, passando pelos restos do castelo, pela igreja matriz de S. Pedro e pela nova igreja dos Pastorinhos, com o seu monumental carrilhão, o segundo maior da Europa (72 sinos). Do lado de lá da linha do norte, vislumbraremos as OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal e o polo de Alverca do Museu do Ar.

 Características do percurso: Percurso semiurbano com um total de 16,2km e desníveis acumulados de 313m. Possibilidade de neutralização aos 5km, na Póvoa de Santa Iria (CP) e aos 10km, em Alverca (CP).

 

Recomendações: Usar bom calçado de marcha, devido aos desníveis e à natureza de alguns trilhos. A meio do percurso haverá tempo livre para almoço. É recomendado trazer farnel e água.

 

Cartografia:  Folha 403, 404 e 417 da Carta Militar de Portugal, na escala 1/25000 do IGE.

 

Ponto de encontro: Largo da estação de comboios de Santa Iria, às 09h45. Para quem não vai de comboio, alerta-se para a ausência na nacional 10 de indicação de estação. Recomenda-se, por isso, a visualização prévia da localização do desvio no Google. Para apoio, informa-se que o cruzamento tem uma série de tabuletas a indicar um conjunto de empresas.

 

Atividade de inscrição no local (6,00€ inclui seguro; 5,00€ para quem possua seguro da FPME).