LINHAS DE FESTO DE LISBOA II

Das Portas de Benfica ao Sr Roubado
2021-04-27 (Terça-feira)



As fotos do Carlos Góis em

 http://clubearlivre.org/v/actividades/2021/abr/festo2/cg/

 

 

 

 

 

 

Saímos das Portas de Benfica,

antiga porta fiscal de Lisboa, próximo de onde as estradas militar e de circunvalação se separavam. Rumamos à Pontinha, via Venda Nova e traseiras do cemitério de Benfica.

Vamos até aos miradouros da igreja paroquial e do parque Poetas de Abril, bem no topo da linha de festo, de onde observamos o vale de Odivelas. Percorremos o bairro Padre Cruz para visitar a exposição de arte urbana.

Passamos pelo cemitério de Carnide, e chegamos ao núcleo urbano antigo do Paço do Lumiar, onde fazemos uma pausa para piquenique (quiosque de apoio). Voltamos a aproximar-nos da linha de festo e estrada de circunvalação, contornando o campo de golfe do Paço do Lumiar.

Transposta a calçada de Carriche pelo novo viaduto ciclopedonal em madeira, subimos as escadarias que nos levam ao núcleo urbano antigo da Ameixoeira/Santa Clara. Finalmente, via parque urbano do Vale da Ameixoeira, descemos por caminho de pé posto do topo da linha de festo do Alto do Chapeleiro até Olival Basto e Senhor Roubado (términus), passando pela antiga muralha fiscal de Lisboa.

Para os mais intrépidos poderá fazer-se uma extensão do percurso até Vale do Forno.

Características do percurso: Urbano de 13km e quase 300m de desníveis acumulados. 

Possibilidades de neutralização a cada 100 a 200 metros.

Ponto de encontro: Às 10h00 de terça feira, entre os dois edifícios no centro das Portas de Benfica.

É imprescindível a inscrição no Clube (6€, 5€ para quem tiver seguro).